Treino intervalado: benefícios e riscos

Entenda como o treino intervalado pode ajudar na conquista do seu objetivo e quais os riscos para quem treina sem orientação profissional.

Nosso corpo funciona com o principio da homeostase. O que é homeostase? Vamos lá…  A homeostase é uma habilidade que o nosso organismo possui de sempre se manter em equilíbrio. Então, sempre que alguma situação faz com que seu corpo saia dessa condição, acontece uma cascata de atividades fisiológicas para que o organismo se mantenha em equilíbrio.

Toda a atividade física ocorre através de estímulos. É gerado um estimulo onde o nosso corpo produz uma resposta que gera alterações fisiológicas agudas e crônicas dependendo da frequência  e duração desses estímulos.

Um treino de corrida contínuo é um estimulo e de fato produzirá respostas benéficas a nossa saúde. Porém, baseado no principio da homeostase, se esse estimulo não tiver alteração por um período, ele se torna débil e não produz mais efeito em nosso organismo. Por isso, escutamos muito as seguintes frases:

corro 10km três vezes por semana, ha um ano e não consigo melhorar meu tempo” 

“corro 30 minutos todo dia e não consigo emagrecer”

Isso ocorre pois esses estímulos já se tornaram débeis ao seu organismo e a homeostase não é mais alterada por eles. Em relação ao emagrecimento, existem outras observações a serem analisadas além dos estímulos, falarei disso em uma próxima oportunidade.

O treino intervalado, como o próprio nome sugere, é uma metodologia de treinamento baseada em estímulos diferentes: mais fortes e com intervalos curtos de recuperação. Com esse tipo de treino o seu corpo está sempre recebendo estímulos diferentes. A cada seção com recuperações e estímulos mais fortes ou mais longos a sua performance é aumentada.

O treino intervalado, basicamente, pode ser dividido em estímulos curtos (rápidos), longos (lentos) e Sprints:

Intervalado Curto: estímulos entre 40” e 2′ com objetivo de melhorar a resistência anaeróbica lática;

Intervalado Longo: estímulos entre 1′ e 5′ com objetivo de melhorar a resistência aeróbia e anaeróbia; e

Sprint: estímulos de até 40” com objetivo de melhorar a velocidade máxima e resistência anaeróbica lática.

Os períodos de recuperação entre os estímulos podem ser ativos ou passivos. Na recuperação ativa continua-se fazendo uma atividade com intensidade bem mais baixa. Na Passiva observa-se repouso total.

Dentre os principais benefícios dos treinos intervalados podemos citar:

– Aumento do VO2 máximo;

– Aumento da resistência aeróbica e anaeróbica;

– Maior gasto calórico

– Melhora no ritmo dos treinos contínuos.

 

Os riscos do treino intervalados estão diretamente associados ao não preparo do atleta para um determinado treino e a não observação entre volume e intensidade na prescrição do treino. Então não faça esse tipo de treino por conta própria.Planilha de corrida não é receita de bolo, respeite a individualidade biológica e procure o auxilio de um profissional ou assessoria especializada. Assim os riscos de lesões são mínimos e o se desempenho será bem melhor!

 

dor na panturrilha

 

Leia mais sobre treinos.

Planilhas de treino.

 

TODO MUNDO CORRE NAS REDES SOCIAIS
Curta nossa Fan page
Siga o nosso Instagram
Siga o nosso Twiter

 

Inscreva-se e receba nossas novidades

Inscreva-se gratuitamente e fique por dentro de novas atualizações.
Nome
Email
André Luiz Souza

André Luiz Souza

Responsável pela Todo Atleta Assessoria Esportiva. É graduado em educação física pela UFRJ, com curso de Treinamento Físico Militar e Treinamento Funcional Militar.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: